sexta-feira, 9 de maio de 2014

Prefeito de Saboeiro se reuniu com representantes do SINTSEPANSA



                       



Depois de 95 dias que o Sindicato vinha tentando sentar com Prefeito de Saboeiro Marcondes Ferraz finalmente aconteceu ultimo dia 07 de maio de 2014  em seu gabinete esse momento tão esperado.
                        Na ocasião estiveram     presentes  o Prefeito Marcondes Ferraz, o Presidente do Sindicato Prof. Wilsom Quirino, o vice-presidente Prof. Carlos Florentino, o Secretario Geral Geraldo Leite, o Secretário de Finanças Prof. Messias Ramualdo, a Secretária de Formação e Politicas Sociais Profª. Wilna Cavalcante e o Secretário de Imprensa Comunicação e Cultura Prof. Iltemar Martins, que no momento apresentaram as pautas da reunião conforme segue abaixo:

1-Repasse do Imposto Sindical para a   FETAMCE.
          Nessa pauta já havíamos repassados o oficio da FETAMCE  ,federação no qual nosso sindicato é filiado, ficou resolvido  pois os recursos do imposto Sindical já havia sido repassados para a federação.

Posicionamento do Prefeito :
O mesmo resolveu na hora, pois  já informou que os recursos tinha sido repassados para a FETAMCE.

2- Repasse das mensalidades que  são descontados do servidores e repassados ao sindicato.
                Nessa pauta solicitamos do gestor que fosse  descontados os 2% dos sócios e em seguida repassados automaticamente para o sindicato. Algo que não vem acontecendo, pois os descontos sindicais sempre são repassados com atraso de três a quatro meses sendo na verdade um verdadeiro problema pra entidade tendo em vista que o sindicato tem despesas com advogado, aluguel, energia, agua, transporte e outras despesas de praxe da entidade.
Posicionamento do Prefeito :
            No momento convocou o Sr. Cicero, funcionário da Prefeitura responsável pelas finanças e contabilidade da entidade a fazer parte da reunião, na qual  o Sr. Cicero  explicou os vários motivos que levavam a acontecer os atrasos nos repasses, ficou acertado que apartir de agora seria descontado e repassado automaticamente.

3-  Alteração do reajuste do valor do Piso salarial do Magistério de 13,22 %.
Nessa pauta reivindicamos do prefeito o valor do reajuste  do piso do magistério  de 13,22%. Pois o motivo desse pedido de mudança seria devido a uma PORTARIA Nº 364, DE 28 DE ABRIL DE 2014,tendo vista que o valor do piso professor é calculado tomando como base o valor aluno.
 Explicando melhor ficou assim:
O piso do Magistério em 2013 era R$ 1.567,00
Após reajuste de 8,32 %   que teve recentemente em 2014  passou para R$ 1.697,00
E agora com essa portaria que altera o valor aluno, estabelece um reajuste de 13,22 % passando para 1.920,04.
                    
                               


O piso  pirata do mec do ano de 2014 que  deve ser reajustado de 1.697,00
Para R$ 1.920,04 – corrigido em 13,22%


                    Para jornada de 40 horas, jornada máxima, para professor com nível médio. Para jornada de 20 horas será de R$ 960,02. Dentro de tal jornada, deve ser ainda respeitado o direito a 1/3 para atividade extraclasse: planejamento, estudo e avaliação.
Posicionamento do Prefeito
              Diante de tais mudanças Marcondes Ferraz se comprometeu em enviar o mais rápido possível uma mensagem a câmara de vereadores solicitando   novo reajuste de 13,22% para o piso salarial do magistério.

4- Plano de Cargos e Carreira para todas as categorias
          É do conhecimento de todos os servidores que desde o inicio de sua gestão em 2009 o prefeito prometeu plano de cargos e carreira para servidores da saúde e Educação, tendo cumprido apenas o plano da educação. 
       Em sua segunda gestão em 2013 ele prometeu novamente e dessa vez um plano de cargos e carreira para todos os servidores municipais.
           E agora recentemente no dia 23 de abril de 2014 o prefeito enviou uma mensagem para câmara de vereadores alterando o valor dos salários dos Pedreiros e Calceteiros para R$ 1.110,00. Pois os mesmos vinha trabalhando uma carga horaria de oito horas e recebendo um salario mínimo de R$ 724,00, nada mais do que justo um aumento desse .Mas o prefeito tem que ver que  aumentar um salario de uma categoria e esquecer as demais não é nada justo.
            Foi ai que mostramos ao Prefeito a importância de criação de um Plano de Cargos Carreira e agora nesse momento o Sindicato estar reivindicando dele um Plano de Cargos e Carreira para servidores de todas as categorias.
Posicionamento do Prefeito  :
           Diante da situação ele se comprometeu e aceitou a criação de um Plano de Cargos e Carreira para todos os servidores de todas as categorias. E já autorizou ao sindicato que procurasse formar uma comissão para ficar a frente na criação do Plano.

5- Diárias para motoristas que se deslocam por um longo período para localidades distantes da sede do município e também para outros municípios.
                 Fizemos essa reivindicação porque no momento existe a Lei Municipal, mas não vem sendo aplicado em sua totalidade. A situação no momento é a seguinte os motoristas tem vencimentos de um salario mínimo de R$ 724,00, mas os que viajam para Fortaleza recebem um Salário de R$ 1000,00 tanto faz ir a capital uma vez, como não ir ou até mesmo ter que ir quantas vezes for preciso o salario é um só, mil reais ou  seja ele recebe o equivalente a R$ 276,00 a mais do salário normal.
              Enquanto que os motoristas que viajam para os municípios circunvizinhos não recebe nada R$ 00,00.
            De acordo com o DECRETO LEI Nº 02/2013 que existe no município, qualquer servidor que viaje a serviço do município terá direito a diárias.
Posicionamento do Prefeito :
             Se comprometeu em cumprir a lei em sua totalidade pagando diárias aos motoristas  inclusive se estender ao servidor que se desloque por tempo prolongado aos lugares mas longínquos  dentro do município de Saboeiro.
6- Desvio de função de alguns vigias e pintores.

Pintores :
Estão cavando buraco pra colocar estaca de cimento, fazendo reboco e realizando outras tarefas que não são atribuições de um pintor.

Vigias :
                  Reivindicamos do prefeito a situação que os vigias do Hospital Severino Miguel de Barros  e em especial os que vinha trabalhando no turno da noite vinha enfrentando, pois  os mesmos vinha realizando atribuições que não eram deles e sim de um profissional chamado Maqueiro.             Como todo e qualquer Hospital existe esse profissional que é responsável por conduzir os pacientes imóveis até enfermarias, Leitos e banheiros das unidades hospitalares.
         Mas que aqui em Saboeiro os vigias do hospital vinham exercendo essa função caracterizando ai desvio de função, pois  a função deles não seria essa.
Os vigias havia tentado se reunir por duas vezes com diretora administrativa do Hospital Sâmia Mikaelli Palácio Teotonio  onde o caso não foi solucionado.
              Impacientes com a situação e sem ter um posicionamento da administração, os vigias resolveram entregar um documento informando que se a situação não fosse resolvida  até  o dia 01 de Maio 2014,eles não iriam mas realizar a função de Maqueiro e sim apenas a função a que compete a eles, a vigilância.

Apartir dai foram tomadas medidas duras com esses profissionais:

Tiveram um aumento sua carga horaria ultrapassando as 160 horas/mês  e passando a ser  180 horas/mês .

Foram comunicados que apartir dai só poderiam trocar apenas dois  plantões enquanto que outros profissionais podem trocar quantos plantões quiserem.

Todos Trabalhavam sempre no horário noturno, depois disso passaram a trabalhar  em Horários Noturnos e Diurnos. Isso para atrapalhar outras atividades  que os mesmo exercem em seus  momentos em que estão de folga durante o dia.
                 
                Apresentamos ao Prefeito a Lei Municipal aprovada pelos Vereadores em que estabelece aos funcionários que ganhava meio salario e trabalhava 80 horas mensais no qual passariam a trabalhar 160 horas mensais e receberem um salario.
Posicionamento do Prefeito:
                   O mesmo fez um relato insatisfeito com a atitude dos vigias, pois o mesmo disse que já havia trabalhado no IJF em Fortaleza e lá os vigias exerciam a função de Maqueiro.
Com relação às mudanças de horário  ele falou que vai continuar como estar.


                   Mas com relação o aumento da carga horaria de trabalho de  160 horas pra 180 horas ficou parcialmente resolvido, pois  ficou acertado  do sindicato sentar com a secretária saúde Luiza Ferreira  e rever o problema do aumento  carga horária.

Conclusão

            Esse momento em que o sindicato sentou com o gestor municipal pra debater e buscar as possíveis soluções para os problemas enfrentados pelos servidores municipais,podemos dizer que  foi muito positivo.
    Agora esperamos um bom senso do Prefeito e da Gestão para que as nossas reivindicações aconteçam o mais rápido possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir com o nosso Blog !