quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Servidores Municipais de Antonina do Norte ainda não receberam 13º salário


Em 13 dezembro de 2017, o sindicato foi notificado pelo o gestor municipal de Antonina do Norte para tratar da pauta de reivindicações protocolada em agosto de 2017, e também da impossibilidade de efetuar o pagamento do decimo terceiro referente a 2017.
Inicialmente tanto o prefeito quantos o secretario apresentou várias planilhas mostrando a situação das finanças do município, em seguida deixou claro que não tinha como cumprir nada da pauta e que iria ter que dividir o pagamento do décimo terceiro em três vezes, sendo a 1ª parcela em DEZEMBRO, a 2ª em JANEIRO e a 3ª em FEVEREIRO (Até Hoje só foi pago a primeira parcela). Tudo por conta das constantes quedas de recursos no município.Estiveram presentes os dirigentes sindicais Geraldo Lima, Lenilda, Erleide, Messias, Wilson Quirino e o Presidente do Sindicato Iltemar Martins. E  como Representantes do Município,  o Prefeito Evandro Arraes, Secretario Rômulo e o Procurador do município Dr.Alexandre Arraes.
Em seguida o sindicato não concordou com a proposta imposta pelo o município e no dia 19 de dezembro de 2017, realizou uma assembleia geral para repassar as informações debatidas na reunião e em seguida deliberar e fazer os encaminhamentos precisos. Para os servidores municipais foi uma grande supresa no orçamento, pois muitos passaram o ano planejando o que iria fazer com o decimo terceiro. Após as discussões foi deliberado que o sindicato entraria com uma representação no MP cobrando o pagamento do decimo terceiro salário e atrasos no pagamento da folha, no dia seguinte foi protocolado no ministério público.

E no dia 11 de janeiro o Ministério Público informou ao SINTSEPANSA que foram impetrada duas ações civis pública de nº 305-47.2017.8.06.0033 e de 395 55.2017.8.06.0033, que tem como objetivo cobrar o atraso nos pagamentos da folha e do 13º salário de todos os servidores e uma dessas ações, é referente o desconto indevido de imposto de renda sobre o 1/3 de férias dos professores que o sindicato também havia ingressado com uma reclamação no Ministério Público.
Vejam o andamento.....




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por interagir com o nosso Blog !